Se você é portador de alguma doença grave ou sofreu algum acidente de qualquer natureza que o incapacitou para o exercício laboral, você tem possibilidade de requerer o benefício de aposentadoria por Invalidez. Saiba quais são os requisitos e o passo a passo para garantir seu direito.

Primeiramente você deve realizar a separação de todos os documentos necessários para apresentar no momento de sua perícia, quais sejam: Documentos médicos que comprovem a incapacidade laboral por tempo indeterminado e a impossibilidade de ser reabilitado ao mercado de trabalho, bem como Carteira de Trabalho da Previdência Social que demonstra sua filiação e comprova o vínculo junto ao INSS, documentos de identificação com foto e comprovante de residência atualizado.

Os requisitos necessários para a concessão do benefício de aposentadoria por invalidez são:

Carência: É necessário que você tenha um tempo mínimo de contribuição, sendo este de 12 meses; Neste sentido, cabe lembrar que existe um rol exemplificativo de doenças consideradas graves pela medicina especializada, podendo ser isentado deste requisito.

Qualidade de segurado: Trata-se do seu vínculo junto ao INSS. Há a necessidade da comprovação de estar segurado pelo INSS na época em que houve a incapacidade;

Incapacidade: Devendo ser comprovada através de documentação médica atualizada. Cabe lembrar que esta incapacidade deve ser permanente, não tendo condições mínimas de trabalhar.

Após verificação do preenchimento de todos os requisitos e a separação dos documentos mencionados, deverá ser agendado uma perícia junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social, devendo ser solicitado o benefício de Auxílio Doença, pois devido a uma falha do sistema do INSS não é possível agendar o pedido de aposentadoria por invalidez diretamente.

Em primeiro momento, poderá ser concedido o auxílio doença por prazo determinado, submetendo o segurado a realizar perícias constantes para comprovação da incapacidade, e após constatado a impossibilidade de recuperação, será indicado pelo perito responsável a conversão deste para a aposentadoria por Invalidez. Mas isto não impossibilita a concessão da aposentadoria por invalidez de forma imediata, tendo em vista que se comprovado em primeiro momento a incapacidade permanente, será concedido o benefício, podendo o beneficiário passar por nova perícia a cada 2 anos.

Nesses casos, após realizada a perícia e obtendo resultado negativo na via administrativa, pode-se fazer um pedido de reconsideração, recurso administrativo ou buscar a reforma da decisão na via judicial. Para tanto, é necessário procurar um advogado especialista em direito previdenciário para lhe orientar e fazer com que este benefício seja pago enquanto persistir sua invalidez.

Via de regra, este benefício não é vitalício, devendo o segurado comparecer no INSS para realizar nova perícia sempre que for intimado, exceto para aqueles maiores de 55 anos e com o benefício ultrapassado 15 anos. Ainda, se estes forem cessados na operação pente fino, poderá buscar o restabelecimento na via judicial.

Consulte sempre um advogado de sua confiança.

Bianca Paixão

E para informações sobre Cálculo de Aposentadoria por Tempo de Contribuição, CLIQUE AQUI.

Concessão de Aposentadoria
Cálculo de Aposentadoria
Revisão de Aposentadoria
Planejamento de Aposentadoria
Aposentadoria Especial
Aposentadoria para Deficientes
Aposentadoria por Invalidez

É possí­vel que você já esteja apto para a aposentadoria e nem saiba disso. Neste vídeo, explicamos que alguns fatores podem fazer com que você consiga se aposentar antes da reforma previdenciária.

Neste vídeo, Dr. Eduardo explica porque o profissional que trabalhou em dois ou mais empregos simultaneamente pode pedir revisão de seu benefício junto ao INSS.

veja todos os vídeos

Converse com advogados especialistas.

Preencha seus dados abaixo e entraremos em contato.

Escritórios

CURITIBA – PR

Rua Voluntários da Pátria, 475 Edifí­cio Asa – 6º andar Conj. 607 – Centro CEP: 80.020-926 Telefone: +55 (41) 3383-1500 Celular: +55 (41) 99605-1539

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS – PR

Rua Alcí­dio Viana, 817 – Centro CEP: 83.005-560 Telefone: +55 (41) 3383-1500 Celular:+55 (41) 99605-1539

ARAUCÁRIA – PR

Rua Manoel Ribas, 458 – Centro CEP: 83.708-695 Telefone: +55 (41) 3383-1500 Celular:+55 (41) 99605-1539

FLORIANÓPOLIS – SC

HZ Escritório Virtual Avenida Rio Branco, 404 Torre 2, sala 1203 – Centro CEP: 88.015-974 Telefone: +55 (41) 3383-1500 Celular:+55 (48) 99159-5867

JOINVILLE – SC

Rua Orestes Guimarães, 876 – América CEP: 89.204-060 Telefone: +55 (41) 3383-1500 Celular:+55 (47) 99163-8463

PONTA GROSSA – PR

Avenida Dr. Francisco Burzio, 99 CEP: 84010-200

Telefone: +55 (41) 3383-1500 Celular:+55 (42) 99148-3400